Vitória volta a perder em casa e afunda na Série A

Postado em

Outrora uma situação intimidadora, jogar no Barradão tem sido tranquilo para os adversários do Vitória nesta Série A. Após perder pro Grêmio em casa no meio da semana, o rubro-negro sofreu nova derrota para a Chapecoense, adversário direto, por 2 a 1 e continua com a campanha de pior mandante da competição.

Com apenas 1 vitória, e 5 derrotas, em 8 partidas como mandante, o rubro-negro se afunda de vez no Z-4 com apenas 12 pontos em 16 partidas e aumenta ainda mais a crise dentro e fora de campo pela qual passa.

Na próxima rodada, o Vitória vai a Belo Horizonte enfrentar o Cruzeiro no Domingo (30) no Mineirão.

002

O Jogo – Com várias mudanças no time titular com as entradas de Fillipe Soutto, Caíque e Neílton, o técnico interino Flávio Tanajura buscou uma formação mais móvel para imprimir o ritmo de um jogo que se iniciou tão fraco, que o primeiro lance notável aconteceu apenas aos 16 minutos.

Após muitos erros de passe e balões pra frente, Uillian Correia avançou pela intermediária e soltou o pé de fora da área. A bola desviou na zaga adversária e saiu raspando a trave da Chape. Na cobrança do escanteio, Kanu chegou a marcar o gol, mas o impedimento foi marcado pela arbitragem.

Insistindo nos cruzamentos pra área, que não eram aproveitados, o Vitória não levava perigo à Chape e o jogo ficava cada vez mais amarrado até que uma verdadeira lambança do goleiro Caíque, substituindo um contestado Fernando Miguel, complicou a situação do rubro-negro no jogo.

Aos 26, Geferson recuou de cabeça e Caíque deixou a bola passar. Seijas estava ligado no lance e partiu para a bola mas foi derrubado pelo goleiro rubro-negro. Pênalti marcado e convertido por Reinaldo.

Com a vantagem no placar, a Chape assumiu uma postura defensiva mas quase chegou ao 2º gol em duas oportunidades. Em cabeçada de Arthur bem defendida por Caíque aos 31. E em chute de Seijas aos 44 que foi salvo por Kanu em cima da linha,

Segundo tempo – Muito vaiado pela torcida no primeiro tempo, Geferson foi sacado pelo técnico Flávio Tanajura que levou Patric a campo. Com dificuldades de entrar na área da Chape, o Vitória chegou ao empate aos 16 em cobrança de pênalti de Neílton após Douglas Grolli colocar a mão na bola dentro da área.

Se a torcida chegou a acreditar em uma virada, a euforia durou menos de 1 minuto. Aos 17 o atacante Lorency recebeu lançamento de Arthur, viu a zaga do Vitória parar no lance e estufou a rede para definir o placar.

Ciente de que mais uma derrota dentro de casa colocaria o time em uma posição ainda mais complicada, Tanajura sacou Uillian Correia e colocou André Lima para partir para o tudo ou nada. Mas o que se viu pelos 25 minutos restantes, foram muitos cruzamentos e tentativas sem objetividade que não mudaram o panorama do jogo. Vitória derrotado dentro de casa, mais uma vez.

 

*Bahia.Ba
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s