‘Falta Tudo’: Riscos com postes de madeira e com fios entrelaçados preocupam moradores na Pitanguinha

Postado em Atualizado em

Uma moradora do bairro da Pitanguinha, em Simões Filho, denunciou ao “Rede Imprensa”, uma tragédia iminente; caso não haja logo uma intervenção na fiação que se encontra totalmente entrelaçada e sustentada por postes de madeiras. A caótica situação é apenas um dos principais problemas enfrentados pelos moradores da 2ª Travessa Belarmino Ribeiro, que fica próxima à creche escola José Laurentino Batista.

A reportagem conversou com a moradora Rose Pinheiro. Ela disse que o problema é antigo; há muito tempo ferrenhamente vem lutando e buscando a sensibilidade dos órgãos públicos, mas até o momento: “Falta Tudo”, diz Rose que revela ainda que os moradores já procuraram a Prefeitura e a Coelba e com o “jogo do passa responsabilidade ao outro”, não sabem  a quem recorrer.

De acordo com a munícipe, já aconteceu um curto circuito e os fios pegaram fogo. Na ocasião, os vizinhos ficaram desesperados, mas felizmente não houve uma tragédia. O isolante do poste é antigo – de madeira – por isso, o risco é maior, principalmente neste período com fortes ventos. “O problema de queda de energia aqui no local é constante e é um ponto onde existem comércios por perto”, relatou.

São constantes os prejuízos com eletrodomésticos. “Enquanto nada se resolve, nós perdemos eletrodomésticos porque a carga de energia não aguenta. O suporte que colocamos com as madeiras estão pra cair a qualquer momento e se pegar fogo nessa fiação e estiver uma criança ou qualquer outra pessoa embaixo será uma tragédia”, declara.

A moradora salienta ainda que após diversas idas em busca de solução, ainda não há uma elucidação de quem é a responsabilidade de resolver o problema. “Não sabemos se é da Prefeitura, do Ibama ou da Coelba. A quem vamos recorrer?”, questionou. Triste com a situação, Rose voltou a fazer uma alerta. “Já aconteceu de pegar fogo e essa fiação toda entrelaçada a qualquer momento poderá pegar fogo e nós precisamos de ajuda”, concluiu.

capa

A moradora também relatou diversos problemas. “Falta rede de esgoto e falta coleta de lixo que só passa na rua principal. A coleta passa um a dois dias na semana e nos outros dias o lixo fica espalhado na rua”, disse.

Incrédula de que os órgãos públicos possa de fato resolver a situação após tantos anos perambulando em busca de uma solução, ela diz que “o esgoto está a céu aberto porque os moradores ainda não tiveram condições de fazer a manutenção da rede de esgoto”.  – ‘Falta saneamento básico’, acrescenta.

O asfalto colocado apenas na metade da rua; se encontra desgastado e os buracos tomam conta.

12

Café da Manhã

A Presidente da Associação de Moradores da Pitanguinha, Glauce Mariano e seu vice, Antonio Bocão, se reuniram no início da manhã desta quinta-feira (13), com o Coordenador de Limpeza Urbana, Geasy Silva dos Santos para tratar sobre demandas e necessidades da comunidade e buscar melhorias. Entre os assuntos da pauta do encontro: a iluminação pública e a questão do lixo que registra uma situação de acúmulo pelas ruas do bairro.  A moradora Rose Pinheiro passou a reivindicação para a líder comunitária que garantiu que irá buscar ajuda pra resolver o problema.

11

Rede de Esgoto

O vereador Sandro Moreira (PSL), por meio de ofício enviou uma solicitação pedindo uma intervenção da Seinfra sobre a questão do “esgoto a céu aberto” e aguarda que medidas sejam adotadas.

9

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s