Reforma Trabalhista: Roberto Muniz vota a favor, Otto e Lídice são contra

Postado em

O texto principal da Reforma Trabalhista, aprovado pelo Senado Federal na noite desta terça-feira (11), contou com o voto favorável do senador baiano Roberto Muniz (PP), antes cheio de mistério da sua posição sobre a polêmica proposição que realiza alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Os senadores Lídice da Mata (PSB) e Otto Alencar (PSD) votaram contra a proposição.

Otto, em publicação nas redes sociais, afirmou que votou contra o projeto de lei da reforma trabalhista com a “consciência de um brasileiro e nordestino” que sempre defendeu o trabalhador.

“Repeti o voto contrário que já havia dado nas comissões de Assuntos Socais (CAS) e Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal porque essa reforma proposta pelo governo Michel Temer prejudica mulheres, negros e pobres. Lamento a aprovação das medidas. Estamos analisando agora os destaques. Sou favorável aos destaques porque impedem o trabalho intermitente e proíbem o trabalho de gestantes e lactantes em locais insalubres. Sigo na luta em defesa da classe trabalhadora”, escreveu o pessedista. (BNews)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s