Aterro: Em entrevista à Simões Filho FM, Dinha diz que “não se pode fazer política de uma situação delicada”

Postado em Atualizado em

“Não vou administrar o município com emoção. As pessoas estão falando e eu estou observando, mas tenham a certeza que vou fazer o melhor para Simões Filho”, declarou o prefeito Diógenes Tolentino, em entrevista concedida à Radio Simões Filho FM – 87.9, no programa ‘Bom Dia Simões Filho’, nesta terça-feira (20). A fala é referente à questão da instalação do Aterro Sanitário pela  empresa Naturalle Tratamento de Resíduos Sólidos e os últimos desdobramentos, após deputados do Legislativo Estadual, Federal e o Senador da República, Otto Alencar (PSD-BA), se manifestar sobre a área em que se encontra o terceiro maior aquífero do Brasil, o “São Sebastião”, de preservação ambiental e remanescentes de comunidades quilombolas.

O radialista Jairo Mascarenhas de forma direta questionou o prefeito se ele poderia embargar a instalação do aterro naquela localidade. Além de levantar as situações referentes à legalização e demandas iniciadas pela gestão anterior, o atual mandatário do município declarou que é necessário “avaliar os critérios para que em 2019, seguindo o que orienta a Lei, esteja encaminhado a construção do aterro na cidade”.

14590490_323097271389548_9158768208977389369_n
Foto/Reprodução Facebook: Prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino

Sobre as diversas críticas levantadas pelo movimento e sociedade em geral e sinalizadas por Mascarenhas de que 90% da população é contra o aterro sanitário, Dinha, afirmou que “estão querendo crucificá-lo com algo que não é sua responsabilidade”, disse. “Algumas pessoas estão direcionando para se promoverem”, acrescentou.

O prefeito se referiu ao processo de que a empresa Naturalle teria dado início a legalização na gestão anterior e que foi dado o termo de anuência para a instalação do aterro. Ainda de acordo com ele, em novembro houve uma consulta no INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e em dezembro de 2016, foi dada a Licença para Resíduos Sólidos.

“O povo de Simões Filho não é burro; é politizado e não vou admitir deputados que nada fizeram pela cidade”, declarou sinalizando sua avaliação de que diante das eleições de 2018, os parlamentares se movimentam no sentido de barganhar votos da população. O Chefe do Executivo também criticou o posicionamento do Senador Otto Alencar que usou a tribuna do Senado para se manifestar o posicionamento contrário à instalação do aterro sanitário que ficará às margens da BA-093.

“O senador ainda é pior porque o projeto iniciou com o irmão dele (ex-prefeito Eduardo Alencar). Eu nunca ouvir o senador usar a tribuna para pedir segurança para Simões Filho”, criticou.

Em entrevista o prefeito direcionou os deputados Bira Coroa, Nelson Pellegrino e Daniel Almeida que teriam se manifestado sobre a situação, de que eles, por fazerem parte do grupo político do Governador Rui Costa e do grupo que prometeram tantas coisas pra cidade como o Sac, o Mercado Municipal e a extensão da UNEB, tentasse impedir a licença junto ao INEMA, já que é um órgão sob a responsabilidade do Estado. “Os deputados têm uma força com o Governo”, afirmou.

O prefeito ainda minimizou alegando que “aonde for colocado o aterro; haverá divergências”, mas que tudo precisa ser bem avaliado e feito com muita responsabilidade. Segundo à fala do mandatário, a que tudo indica, que ainda se debruça sobre os impactos que o aterro poderá causar naquela área de preservação ambiental, entretanto, mesmo não respondendo se poderia “embargar” ou não, em todo o seu discurso deixou claro: “Não se pode fazer política de uma situação delicada”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s